fbpx

Blog

29/03/2018 Marketing de Conteúdo

8 dicas de marketing de conteúdo para e-commerce

O marketing digital pode trazer uma série de vantagens para o e-commerce e garantir o sucesso de vendas. Uma das ferramentas mais requisitadas para cativar e fidelizar o público é o marketing de conteúdo.

A difusão de informações e geração de conhecimento são percebidas hoje como importantes instrumentos para os esforços de venda. Para o e-commerce, tão fundamental quanto expor o produto e suas características é criar conteúdos que envolvam o público, deixe-o informado e o acompanhe na sua jornada de compra, oferecendo subsídios para a tomada de decisão.

O marketing de conteúdo, portanto, tem o poder de conversão de vendas tão desejado no comércio eletrônico. Reunimos neste artigo 8 dicas de como usar o marketing de conteúdo como tática para o sucesso do e-commerce.

1. O foco é no cliente

Embora seja tentador exibir os diferenciais e atributos do produto, esse não deve ser o foco do conteúdo gerado. Nem toda pesquisa é sobre preço e produto, portanto, deve-se “entrar na cabeça do cliente” e descobrir suas dores e problemas. Um bom conteúdo esclarece dúvidas, informa e é útil e relevante para as pessoas. A venda é uma consequência deste passo.

2. Conheça o cliente

Passou a época dos meios de comunicação que falavam sozinho e para todo mundo ouvir. Na internet, a comunicação tende a ser mais personalizada e focada em nichos, com públicos conhecidos. Invista na criação de personas, a projeção do seu cliente ideal. É com elas que o conteúdo deve dialogar para num momento posterior conduzir às vendas.

3. Relevância no que se diz

Se o conteúdo for encontrado pelo público, um importante passo foi dado. Mas o seguinte é mais crítico: a avaliação. Conteúdos bem elaborados, informativos, com dados e informações têm maior chance de converter uma venda no e-commerce por ser útil às pessoas. Conteúdos relevantes são a voz do vendedor no comércio eletrônico, pois convencem de que o produto é a solução para o cliente.

4. Frequência de postagens

A dinâmica de mercado exige que produtos e discursos sejam sempre atualizados. É preciso estar sempre ao lado dos problemas das pessoas para oferecer uma solução plausível. No comércio eletrônico, um calendário editorial cumpre a função de ofertar conteúdos frequentes e atualizados com as demandas do mercado, mostrando relevância e que há uma movimentação constante da empresa.

5. Objetividade sempre

O marketing de conteúdo não pode ser pomposo nem dar voltas demais. A objetividade é um dos seus princípios. O público tem um foco, e o conteúdo deve estar centrado nas informações que as pessoas procuram. Se é hora de informar, informe. Se é hora de tirar dúvidas, esclareça. Se é hora de vender, venda.

6. Integrar ações

O marketing digital possui um amplo leque de ações capaz de atrair compradores para uma loja virtual. O marketing de conteúdo estará muito bem acompanhado de ações integradas de e-mail marketing, marketing de busca, publicidade online, etc. A integração das ações garante o sucesso das vendas.

7. Palavras-chaves vendedoras

Palavras-chaves são os termos de conexão entre o seu conteúdo e os interesses do cliente. Usando os princípios do marketing de busca, crie uma lista de palavras e expressões relevantes usadas pelo seu público e explore-as dentro do conteúdo. De forma espontânea, elas se capilarizam no texto, ajudam os dispositivos de busca a encontrá-las e tornam o conteúdo altamente relevante.

8. Aposta no longo prazo

Declarações não vendem, isto é um fato. Um cliente só compra depois de um período determinado de consideração. O comércio eletrônico deve apostar no marketing de conteúdo para manter um volume de texto, vídeos, e-books, infográficos e outros materiais sempre presente na internet e conquistar o público no longo prazo, ganhando autoridade, passando confiança e idoneidade. Conteúdos evergreen não perecem e ajudam a formar uma base de informação e uma reputação para uma loja virtual.

O marketing de conteúdo é um instrumento valioso para o envolvimento do público-alvo com produtos e serviços, trazendo resultados fortes para o e-commerce. É válido considerá-lo em qualquer estratégia de vendas na internet.

Se você tem ainda dúvidas sobre e-commerce ou quer saber mais sobre como vender bem na internet, acesse a seção do nosso blog sobre o tema. Boa leitura!

Postado por:
Flávia da Fonte