fbpx

Que o seu negócio precisa de um site é certo. Sites centralizam informações na internet e são um instrumento fundamental da construção da presença digital de uma empresa.

Mas nem todo site é igual. Alias, nem devem ser. Alguns podem ser mais simples e outros podem agregar funcionalidades mais complexas. São os sites estático e dinâmico. Cada um cumpre um papel para a atuação da empresa na internet.

Saiba diferenciá-los para escolher o que traz mais benefícios para você. Boa leitura.

Sites estáticos

No início da internet, lá pelos anos 90, todos os sites eram estáticos. Mas não se engane, eles não têm muito a ver com os sites estáticos atuais. Se você quiser uma prova, basta acessar o site do filme Space Jam, que está no ar desde 1996 sem alterações.

Os sites estáticos avançaram muito com o tempo, principalmente em seu design. Por mais simples que pareçam, eles têm layouts desenvolvidos com princípios de arquitetura da informação, usabilidade e UX design. Eles são opções legítimas para as empresas terem um endereço virtual mais simples na internet.

É justamente essa simplicidade que os definem como sites estáticos, uma vez que não há grandes funcionalidades para o usuário se beneficiar ou conteúdo sendo atualizado com frequência. Nos sites estáticos, estão reunidas informações básicas da empresa, aquelas atemporais, que chamamos de evergreen.

Tecnicamente, um site estático é mais difícil de atualizar, uma vez que exige conhecimentos em linguagem de programação e softwares de edição de imagens e de HTML. Mas como isso não é feito com frequência, acaba não sendo um problema para a empresa.

Sites dinâmicos

Os sites dinâmicos representaram uma grande revolução na internet, pois trouxeram mais funcionalidades para os usuários e muitas outras razões de uso para as empresas, que têm se beneficiado bastante dessa ferramenta.

Como o nome já diz, ele é o oposto do estático: tem o conteúdo constantemente atualizado, atraindo a atenção das pessoas, presta serviços pela internet e facilita a atuação digital da empresa. Ele reúne todas as informações básicas e ainda pode ser útil para aproximar os clientes dos produtos e serviços.

Os sites dinâmicos são atualizados via CMS (Content Management System), um software de fácil manuseio que permite inserir textos, imagens, vídeos; criar páginas e formulários; adicionar plugins com novas funcionalidades, etc. O mais famoso, sem dúvida, é o WordPress, que equipa sites de pequenas empresas até portais de alcance mundial.

Com um bom treinamento e conhecimentos básicos, uma empresa pode ter um site dinâmico e começar a fazer seu blog corporativo, integrar com mídias sociais, atender clientes via chat, disponibilizar materiais para download e tantas outras coisas.

Qual o melhor para o meu negócio?

A resposta vai vir de outra pergunta: qual a melhor estratégia de marketing digital para o meu negócio? Se você souber como a sua empresa vai atuar na internet saberá se precisa de um site estático ou dinâmico.

Muitas estratégias direcionam os esforços de marketing para o site, pois é ali que os usuários viram leads e são convertidos em clientes. Nesse caso, o aumento de tráfego pode ser uma das bases da estratégia, e o site dinâmico é o mais recomendado.

Por outro lado, determinados negócios precisam de mais visibilidade e uma inteiração social intensa, tendo uma estratégia mais voltada para plataformas como Youtube e Instagram, por exemplo. Aí um site estático pode cumprir bem a função de representar a empresa na internet.

Mas essa certeza você só vai ter avaliando sua estratégia digital, algo que a Tante pode fazer para você. Clique no link a seguir para fazer um Raio-X do Marketing Digital da sua empresa e vamos conversar sobre o tipo de site mais adequado para a sua empresa.

Siga-nos nas redes sociais para acompanhar nosso conteúdo.