fbpx

Blog

01/06/2021 Marketing digital

CRM : saiba como gerenciar os seus resultados

O método de organização de dados por meio de ferramentas de CRM (Costumer Relationship Management), é essencial para o pleno funcionamento do processo de captação de novos leads e pode ser fundamental para a obtenção de resultados mais prósperos.

O maior alcance do público consumidor é essencial para o crescimento de uma empresa, uma vez que aumenta a perspectiva de novas vendas e, consecutivamente, de mais geração de renda. 

Isso se dá porque a otimização do sistema de gerenciamento de vendas facilita as análises e projeções, tornando possível o alcance das metas ao final de cada mês. Mas, por onde começar?

Banner HTML5
Por que é preciso gerenciar as vendas?

Primeiramente, é preciso entender que a venda é a alma de qualquer negócio, pois é com ela que a empresa estabelece o contato com os consumidores e gera os recursos necessários para o seu funcionamento e lucro. 

Possuir um setor comercial responsável pela criação de estratégias e balanços bem planejados, por meio de processos dinâmicos e com uma equipe bem organizada, é possível expandir o reconhecimento da empresa pelo público, na fidelização dos clientes, além de possibilitar a consolidação do seu negócio frente ao mercado.

O gerenciamento de vendas exige a intersecção de setores e deve abranger todos os tipos de dados, desde o planejamento de produtos até o acompanhamento do pós-venda. 

Para isso, é necessário uma plataforma estruturada que garanta um armazenamento seguro, de fácil acesso e com o display de informações que facilite o estudo de cada processo.

Deste modo, o uso de softwares de gestão de clientes CRM pode ser a melhor opção para compilar todos os dados em um único lugar e, assim, conseguir traçar mais facilmente – e de forma precisa – os padrões de comportamento do consumidor. 

Tal medida contribuirá para a realização de análises mais acertadas e resultados mais positivos.

O que é preciso analisar

O funil de vendas é um modelo que analisa toda a jornada do cliente, desde o primeiro contato com o produto até a efetivação da venda.

É a partir da análise desses estágios que o serviço pode ser customizado para cada cliente, por isso é preciso saber identificar cada etapa.

Etapa 1

O início do funil é onde acontece o primeiro contato com o cliente e a criação de possíveis leads.

Além disso, é a fase na qual a empresa desperta, no cliente, o interesse pelo produto comercializado e o incentiva a seguir pesquisando sobre o item.

Etapa 2

Neste estágio o lead demonstra interesse, mas ainda está no processo de averiguação e pesquisa. 

A empresa precisa apresentar o serviço oferecido e estimular a compra com ofertas e evidenciação de formas que pode solucionar as dores, entre outras táticas, mas é necessário respeitar o tempo do lead para não afastar o cliente.

Etapa 3

A etapa três é quando o lead se torna comprador. 

É quando acontecem as negociações e estratégias de comunicação, além de ser o momento em que a empresa sana todas as dúvidas em relação ao envio do produto, datas de entrega, dentre outras informações cruciais para a efetivação do processo.

Etapa 4

O pós-venda é necessário para construir a fidelização do consumidor e garantir que haverá outras compras no futuro. 

Neste ponto, mais do que assegurar um cliente, a empresa consegue torná-lo fã do seu negócio e colher muitos benefícios provenientes dessa dedicação.

No entanto, a coleta das informações obtidas durante todo o processo comercial deve ser detalhada e constantemente atualizada, só assim será possível a identificação das etapas que devem ser melhoradas.

Desta forma, também é possível converter mais leads em clientes, também identificando quais são os setores em que mais se perdem as vendas.

As características do CRM

As plataformas de CRM permitem o armazenamento das informações de todas essas etapas e facilita a troca e análise comparativa entre os dados de setores distintos. 

Assim, com as informações obtidas pelo funil de vendas, é possível começar a criar estratégias de marketing que voltem a atenção para a adaptação do serviço ou produto para que atendam a necessidade do seu público.

Na prática, as principais características do CRM são:

  • Reconhecer as necessidades do cliente;
  • Criar um canal de troca com compradores e leads;
  • Ordenar o processo de venda;
  • Conquistar a lealdade do cliente;
  • Aumentar o número de vendas.

Essas estratégias formuladas pelo setor de gestão de vendas são fundamentais para a determinação de objetivos mais acurados, baseado em planejamentos mais bem definidos. 

A criação de campanhas é, por exemplo, uma forma de tornar os clientes mais engajados com a empresa mesmo após a venda, fazendo com que aumente a probabilidade de que ele volte a comprar outros produtos.

Afinal, tão importante quanto ter um software que estruture as informações de venda, é ter uma equipe adequadamente treinada. 

Deste modo, é preciso saber o que os clientes procuram e precisam, em tempo real. Por isso, ter trabalhadores que compreendam essa importância e criem o hábito de atualizar o sistema com periodicidade é primordial para o sucesso das operações.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Top News Tech, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes para empresas, contribuindo com estratégias para o desenvolvimento do negócio.

 

Postado por:
Flávia da Fonte