fbpx

Criar um diálogo com o paciente ajuda a empresa de diversas formas

O marketing vai mudando com o passar dos anos. A comunicação, que antes era feita das empresas para o cliente, agora ganha uma nova forma. A comunicação bidirecional está em alta, em que há uma troca de mensagens entre as empresas e seus consumidores. Essa técnica também é válida para a área médica.

Com o progresso das redes sociais, se tornou comum que as clínicas médicas se comuniquem com o público-alvo e que eles mandem mensagens de volta. Há uma troca constante que faz com que o relacionamento se desenvolva. As pessoas querem participar, e não somente estar em uma posição passiva diante do marketing da empresa.

Os clientes, por sua vez, podem dar feedback e informações importantes para as empresas. Elas passam a entender melhor tanto a recepção de seus produtos ou serviços quanto as expectativas e frustrações de seus clientes. Se essa forma de comunicação for bem usada, todos podem sair ganhando.

Os consumidores têm dúvidas. Por exemplo, muitas pessoas se perguntam sobre ZMA, para que serve e seus benefícios. Se a empresa responder e criar um diálogo explicando melhor as qualidades desse suplemento, pode conquistar esse cliente que busca mais informações.

Os clientes também passam a se sentir mais valorizados. Eles são vistos não somente como um número, mas como um indivíduo que pode até colaborar com o crescimento da empresa. O cliente se sente ouvido e passa a colaborar com a melhora dos produtos ou serviços médicos oferecidos.

Se um consumidor não está totalmente satisfeito com tal compra, ao invés de não comprar mais determinado produto ou serviço, ele pode dizer o que não o agradou. A clínica então pode modificar tal aspecto e passar a agradar esse e outros clientes. Cria-se uma bola de neve que pode impulsionar as vendas.

Se o cliente colaborar com seu feedback, nada mais justo do que recompensá-lo. Um desconto na próxima compra de produtos e serviços motiva o cliente, que pode então dar mais opiniões futuras. É importante também desenvolver uma comunicação fluida e divertida. O humor pode gerar interação e envolver os clientes.

É importante que a marca demonstre que está ouvindo seus clientes e evoluindo. Forma-se assim uma comunidade em que os clientes fazem parte do progresso da empresa. A comunicação bilateral faz com que haja um engajamento maior do que se ela fosse feita somente de forma unilateral. Cada empresa deve criar sua própria estratégia com o DNA da marca, para que não reproduza uma receita de marketing pronta, mas carregue também sua personalidade.

Postado por:
Flávia da Fonte