fbpx

O design da loja virtual é um dos elementos mais estratégicos do comércio eletrônico. A aparência da loja é um dos indicativos de que se trata de um negócio sério, comprometido com seus clientes e que oferece uma boa experiência de compra.

Mas o design faz as vendas aumentarem? A resposta a esta pergunta está na estruturação técnica e estética de um layout de loja virtual, que pode ser um fator de aumento do faturamento. Nesse sentido, vale a pena investir em design para ajudar nos resultados de uma loja virtual.

Neste artigo, vamos entender o papel do design da loja virtual e seu impacto nas vendas.

Construindo o design da loja virtual

O webdesign jamais deve ser resumido à construção de um layout para um site ou loja virtual. São muitas as questões técnicas que precisam ser desenvolvidas para se conseguir o desempenho esperado. Um dos fatores de ranqueamento do Google é justamente o carregamento do site: quanto mais agilidade, maior a chance de aparecer bem nos resultados de busca. E, como sabemos, ser achado pelo Google é fundamental para conseguir vender.

A preocupação com a estruturação técnica do design da loja virtual deve passar pelo carregamento das imagens, pela aplicação de técnicas de SEO, usabilidade e pela boa distribuição dos elementos da página. Um bom designer é o que sabe unir a estética à funcionalidade.

Como direcionar para as vendas?

A ideia é que o cliente chegou à loja virtual por meio de algum canal. Todos os esforços de comunicação surtiram efeito e, a partir de agora, a experiência do usuário será um fator crítico para o sucesso das vendas. É importante que o design da loja virtual proporcione conforto visual e seja um guia para o cliente chegar ao final da jornada efetuando a compra.

Para tanto, listamos alguns fatores relativos ao design que podem influenciar positivamente esse processo. Vamos a eles.

• Proposta de venda clara – os visitantes de uma loja virtual não podem ter dúvida de onde estão e o que podem fazer por lá. Por isso, a página não pode ser um catálogo de produtos amontoados e brigando entre si. Imagens e informações devem estar organizadas para apresentar produtos e suas vantagens, como atributos e preços.

• Call to action ¬– as pessoas estão sempre em busca de oportunidades e podem ser direcionadas para elas por calls to action. Os espaços para chamadas de ofertas devem estar sempre visíveis e prontos para serem acessados.

• Above the fold – é a parte “de cima” da loja virtual, a que aparece assim que é acessada. Ela é o cartão de visitas dos clientes e deve estimular a rolagem pelo restante da página. Ou seja, ela deve ser um convite para explorar a loja virtual como um todo para se buscar os produtos desejados.

• Recomendação – a experiência dos outros conta muito no e-commerce. Por isso, o design da loja virtual deve expor comentários e classificações para influenciar os clientes e dar-lhes confiança. Também contribui para isso usar selos de empresas e institutos que garantem a idoneidade da loja virtual.

• Buscadores – eles servem para fazer uma conexão direta entre o cliente e o produto. Por isso, o designer deve dar visibilidade para ele em todas as páginas de uma loja virtual. Sempre que o cliente quiser buscar algo, terá sempre um buscador à sua disposição.

A função do design para o e-commerce não é vender, mas oferecer a melhor experiência aos usuários para que efetuem sua compra da melhor forma possível. Esse são alguns fatores críticos para o aumento de vendas e, claro, os testes são sempre bem-vindos.

O design da loja virtual deve ser desenvolvido de forma profissional e entendido até como uma extensão da marca da empresa. Investir nisso é uma garantia do aumento de vendas no comércio eletrônico.Quer avaliar o design da sua loja virtual? Entre em contato conosco para agendarmos uma reunião.

Postado por:
Flávia da Fonte