fbpx

A Black Friday já é uma data aguardada pelo e-commerce brasileiro. O uso de ferramentas e estratégias do marketing digital, como o fluxo de nutrição para a captação de leads, é bastante difundido e produz resultados interessantes.

Nutrir leads, contudo, não significa encher a caixa de e-mails com ofertas que sequer podem ser acessadas no momento. Na Black Friday, estamos falando de uma data especial que merece um cuidado maior na relação com os clientes usando o e-mail marketing.

Neste artigo, vamos explicar alguns fatores fundamentais do uso do fluxo de nutrição da Black Friday para conseguir engajar os clientes e produzir os resultados de vendas esperados. Boa leitura.

Planejamento do fluxo de nutrição

A Black Friday acontece uma vez por ano e dura um dia. Há, portanto, outros 364 dias para planejar as ações desse dia tão intenso de compras.

As ações, claro, não se resumem ao momento da promoção. O fluxo de nutrição na Black Friday funciona para estimular os clientes ao longo do período. Isto precisa ser feito de maneira organizada para não se ter a sensação de antecipação da oferta tampouco de tempo perdido, já que não há nada a se vender por ora.

Os call to actions, portanto, precisam ser planejados não para vender imediatamente, mas para colocar o cliente na rota do produto e chegar até ele no momento certo: na última sexta-feira de novembro. Para tanto, o foco no planejamento não pode ser perdido e usar o fluxo de nutrição para estimular cada passo do cliente.

Produção de conteúdo interessante

O que os clientes esperam na Black Friday são ofertas. Isso é muito claro e lógico. Contudo, no fluxo de nutrição não é possível trabalhar as ofertas antes do período promocional. Isso não quer dizer que os produtos não possam ser evidenciados de forma criativa e com bastante persuasão.

Já que a ideia não é mostrar o preço, o interesse fica no universo dos produtos. Um conteúdo interessante pode envolver os potenciais compradores nas formas de uso, estilo de vida, oportunidades. Em vez de ofertar o produto, inseri-lo no contexto de vida das pessoas para que se visualizem em pouco tempo com ele.

O conteúdo pode ser uma forma de interação com o produto — seja em texto, vídeo, áudio — antes do momento de compra. Bem inserido na etapa do funil, o e-mail marketing pode ajudar na jornada que leva ao consumo justamente na Black Friday.

Uso de gatilhos mentais

O varejo é mestre em atiçar os desejos das pessoas. Há muito, vem fazendo o uso de gatilhos mentais para estimular as vendas a partir da percepção das pessoas. O fluxo de nutrição por e-mail pode se valer da mesma habilidade.

Gatilhos mentais fazem parte do processo de decisão do nosso cérebro. Eles são a justificativa racional para nossas escolhas emotivas. Um gatilho apenas dispara a decisão que estamos dispostos a tomar, precisando apenas de um incentivo. E ele vem pelo fluxo de nutrição.

Gatilhos mentais clássicos como Novidade, Urgência e Escassez podem ser usados em uma sequência de e-mails para aos poucos estimular o cliente a se engajar na campanha da Black Friday e dar uma resposta positiva em termos de vendas. Os gatilhos mentais operam no estímulo para o cliente efetuar aquilo que ele realmente quer: adquirir o produto.

Ficou interessado em campanhas de e-mail marketing para a sua empresa? Entre em contato conosco para criarmos oportunidades para você.

Postado por:
Flávia da Fonte